Privatização da Corsan pode causar desabastecimento em municípios

Privatização da Corsan pode causar desabastecimento em municípios

Privatização da Corsan pode causar desabastecimento em municípios

👀 Tentando se mostrar um político capaz de atender aos anseios das ricas elites do país e de fora, o governador Eduardo Leite aproveitou o Novo Marco Legal do Saneamento Básico, aprovado em 2020, para avançar com a privatização da Corsan e do saneamento dos gaúchos.

🧐 A nova lei prevê a continuidade dos contratos atualmente firmados, o que em tese garante que a Corsan cumpra até o final os acordos que tem com 300 dos 497 municípios do Rio Grande do Sul.

😮 No entanto, nos contratos firmados entre a Corsan e os municípios existem cláusulas específicas sobre a extinção dos serviços casos a empresa deixe de integrar a administração indireta do Estado, como é atualmente.

👎 Com isso, possíveis investidores enfrentarão insegurança e, mais importante, a população não terá a garantia de que seus serviços serão mantidos com qualidade, principalmente em áreas rurais ou cidades menores e com menos potencial de lucro.

✋ A Corsan é dos gaúchos e não pode ser vendida!