Posts

SINTEC-RS participa de Audiência Pública na CTASP, em Brasília

Na manhã desta terça-feira, 17, o SINTEC-RS participou da Audiência Pública na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público, em Brasília, que discute os impactos da privatização da Eletrobras.

Agenda de lutas CNE: participe e defenda a Eletrobras pública

Nesta semana o Coletivo Nacional dos Eletricitários, do qual o SINTEC-RS faz parte, está promovendo uma série de ações e mobilizações em defesa da Eletrobras pública que ocorrerão de maneira presencial e online. O SINTEC-RS participará da rodada de negociação do ACT e dos atos presenciais em Brasília, representado pelo presidente do sindicato, César Augusto Silva Borges, pelo diretor Paulo César Maciel e pelo delegado Silbert Lemos.

Participe das mobilizações e defenda a Eletrobras pública! Juntos, somos mais fortes.

CNE discute luta contra privatização da Eletrobras e ACT em Brasília

Nos dias 10, 11 e 12 de abril, o Coletivo Nacional dos Eletricitários, do qual o SINTEC-RS faz parte, esteve reunido em Brasília para traçar e discutir a luta contra a privatização da Eletrobras nesta etapa do processo que está sob análise do Tribunal de Contas da União (TCU). Também foi debatido o Acordo Coletivo de Trabalho, em reunião que ocorreu no dia 12, na sede da Eletronorte, com a presença da direção da empresa.

A principal constatação é de que o governo luta contra o tempo para privatizar a Eletrobras, cometendo uma série de irregularidades e que este desespero indica que a janela de privatização está se fechando. 

Durante os três dias, tratou-se das questões jurídicas, políticas e de mobilização da categoria para resistirmos ao processo de privatização e fecharmos definitivamente a janela de oportunidade do mercado financeiro em realizar esta operação lesa pátria.

Clique aqui para cessar o Boletim CNE.

CNE vai intensificar luta contra a privatização da Eletrobras em 2022

O Coletivo Nacional dos Eletricitários, CNE, se reuniu em Brasília, entre os dias 13 e 15 de janeiro, para a 5° Plenária Unificada de Planejamento 2022. Representantes dos trabalhadores de todas as regiões do país, além de especialistas do setor elétrico, estiveram reunidos para analisar a conjuntura política e econômica do país e do setor elétrico brasileiro, com o objetivo de auxiliar na organização da categoria na luta em defesa da Eletrobras pública e dos direitos da classe trabalhadora.

Para o CNE, a classe trabalhadora vive um “contexto desfavorável” e portanto, é necessária uma luta estratégica “que articule questões do setor elétrico com geração de empregos e distribuição de renda ao povo brasileiro”. Na Plenária, o Coletivo decidiu intensificar a luta contra a privatização da Eletrobras e definir as novas diretrizes para a mobilização dos trabalhadores e trabalhadoras.