Posts

SINTEC-RS protocola Pauta para o ACT 2022-2023 na CORSAN

SINTEC-RS informa que, cumprindo o cronograma de negociação coletiva com a CORSAN, protocolou a Pauta de reivindicações para o Acordo Coletivo de Trabalho 2022-2023 na empresa na última quarta-feira, 30 de março. 

Para conferir a Pauta, clique aqui.

SINTEC-RS realiza reunião com Técnicos da CORSAN em Santa Maria

Nesta sexta-feira, 25, o SINTEC-RS realizou uma reunião com os Técnicos Industriais da CORSAN, em Santa Maria, para tratar do Acordo Coletivo de Trabalho 2022-2023.

SINTEC-RS realiza reunião com Técnicos da CORSAN

Nesta quinta-feira, 24, o SINTEC-RS realizou uma reunião com os Técnicos do DEMAT da Corsan para tratar sobre o Acordo Coletivo 2022-2023 e sobre o processo de privatização da Companhia. Além disso, a reunião também tratou sobre a proposta de alteração do Estatuto do sindicato.

O presidente do SINTEC-RS, César Augusto Silva Borges, e o diretor Paulo César Maciel, estiveram presentes na reunião.

Fundo de preservação da CORSAN PÚBLICA: contribua

O SINTEC-RS e o SENGE contratarão especialistas, advogados e peritos experientes para agir imediatamente contra o projeto de governo que entrega a CORSAN à iniciativa privada. Para isso, precisamos do engajamento de todos na campanha de arrecadação para o fundo de preservação da CORSAN pública. A adesão é espontânea e de qualquer montante de valor. Importante é a participação e divulgação desta campanha para atingirmos a meta.

A conta para depósito já está disponível:
Banco Banrisul – 041
Ag: 0062
CC: 06.071396.0-7 – SENGE/ RS – FUNDO CORSAN
CNPJ: 92.675.362/0001-09

Chave PIX: financeiro@senge.org.br

Metas parciais:
1) R$100mil até 31/01/22
2) R$150 mil até 28/02/22
3) R$300 mil até  31/03/22

PRECISAMOS AGIR RÁPIDO!

Agora é a hora de sair do discurso e partir para a prática. Para isso, necessitamos de profissionais com essa expertise no tema. O sucesso dessas ações depende da TUA participação e empenho em divulgar!

CONFIRA A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO FUNDO DE PRESERVAÇÃO DA CORSAN

Até o dia 11 de março, foram arrecadados R$171.916,75. Nossa meta total é arrecadar R$300 mil.

Fundo de preservação da CORSAN PÚBLICA: contribua

O SINTEC-RS e o SENGE contratarão especialistas, advogados e peritos experientes para agir imediatamente contra o projeto de governo que entrega a CORSAN à iniciativa privada. Para isso, precisamos do engajamento de todos na campanha de arrecadação para o fundo de preservação da CORSAN pública. A adesão é espontânea e de qualquer montante de valor. Importante é a participação e divulgação desta campanha para atingirmos a meta.

A conta para depósito já está disponível:
Banco Banrisul – 041
Ag: 0062
CC: 06.071396.0-7 – SENGE/ RS – FUNDO CORSAN
CNPJ: 92.675.362/0001-09

Chave PIX: financeiro@senge.org.br

Metas parciais:
1) R$100mil até 31/01/22
2) R$150 mil até 28/02/22
3) R$300 mil até  31/03/22

PRECISAMOS AGIR RÁPIDO!

Agora é a hora de sair do discurso e partir para a prática. Para isso, necessitamos de profissionais com essa expertise no tema. O sucesso dessas ações depende da TUA participação e empenho em divulgar!

Fundo de preservação da CORSAN PÚBLICA: faça a sua contribuição

O SINTEC-RS e o SENGE contratarão especialistas, advogados e peritos experientes para agir imediatamente contra o projeto de governo que entrega a CORSAN à iniciativa privada. Para isso, precisamos do engajamento de todos na campanha de arrecadação para o fundo de preservação da CORSAN pública. A adesão é espontânea e de qualquer montante de valor. Importante é a participação e divulgação desta campanha para atingirmos a meta.

A conta para depósito já está disponível:
Banco Banrisul – 041
Ag: 0062
CC: 06.071396.0-7 – SENGE/ RS – FUNDO CORSAN
CNPJ: 92.675.362/0001-09

Chave PIX: financeiro@senge.org.br

Metas parciais:
1) R$100mil até 31/01/22
2) R$150 mil até 28/02/22
3) R$300 mil até  31/03/22

PRECISAMOS AGIR RÁPIDO!

Agora é a hora de sair do discurso e partir para a prática. Para isso, necessitamos de profissionais com essa expertise no tema. O sucesso dessas ações depende da TUA participação e empenho em divulgar!

Fundo de preservação da CORSAN PÚBLICA: contribua

O SINTEC-RS e o SENGE contratarão especialistas, advogados e peritos experientes para agir imediatamente contra o projeto de governo que entrega a CORSAN à iniciativa privada. Para isso, precisamos do engajamento de todos na campanha de arrecadação para o fundo de preservação da CORSAN pública. A adesão é espontânea e de qualquer montante de valor. Importante é a participação e divulgação desta campanha para atingirmos a meta.

A conta para depósito já está disponível:
Banco Banrisul – 041
Ag: 0062
CC: 06.071396.0-7 – SENGE/ RS – FUNDO CORSAN
CNPJ: 92.675.362/0001-09

Chave PIX: financeiro@senge.org.br

Metas parciais:
1) R$100mil até 31/01/22
2) R$150 mil até 28/02/22
3) R$300 mil até  31/03/22

PRECISAMOS AGIR RÁPIDO!

Agora é a hora de sair do discurso e partir para a prática. Para isso, necessitamos de profissionais com essa expertise no tema. O sucesso dessas ações depende da TUA participação e empenho em divulgar!

Fundo de preservação da CORSAN PÚBLICA: contribua

O SINTEC-RS e o SENGE contratarão especialistas, advogados e peritos experientes para agir imediatamente contra o projeto de governo que entrega a CORSAN à iniciativa privada. Para isso, precisamos do engajamento de todos na campanha de arrecadação para o fundo de preservação da CORSAN pública. A adesão é espontânea e de qualquer montante de valor. Importante é a participação e divulgação desta campanha para atingirmos a meta.

A conta para depósito já está disponível:
Banco Banrisul – 041
Ag: 0062
CC: 06.071396.0-7 – SENGE/ RS – FUNDO CORSAN
CNPJ: 92.675.362/0001-09

Chave PIX: financeiro@senge.org.br

Metas parciais:
1) R$100mil até 31/01/22
2) R$150 mil até 28/02/22
3) R$300 mil até  31/03/22

PRECISAMOS AGIR RÁPIDO!

Agora é a hora de sair do discurso e partir para a prática. Para isso, necessitamos de profissionais com essa expertise no tema. O sucesso dessas ações depende da TUA participação e empenho em divulgar!

Fundo de preservação da CORSAN PÚBLICA: ação contra a venda da CORSAN é protocolada no STF

Na última terça-feira, 18, uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 7067) foi protocolada no Supremo Tribunal Federal, contra a venda da Corsan pelo governo do Rio Grande do Sul. A iniciativa foi patrocinada pelo Fundo de Preservação da CORSAN Pública, liderado pelo SINTEC-RS e pelo Senge-RS, e protocolada pelo PDT Nacional, em negociação realizada pelos sindicatos em função da legitimidade do partido politico para ações dessa natureza.

A Ação visa, em caráter liminar, obter medida cautelar de urgência para suspender os atos de alienação da Corsan até que seja julgado o mérito da ação, tendo em vista as claras ilegalidades dos termos aditivos assinados que trazem severas inseguranças jurídicas, capazes de trazerem prejuízos irreparáveis ao Estado. A ADI argumenta que artigos da lei que autorizou a desestatização da Corsan ferem o Marco Legal do Saneamento e estão em desconformidade com artigos da Constituição Federal.

Segundo estes dispositivos, a empresa pública que quiser transferir o controle acionário para uma empresa privada deve substituir os contratos de programas vigentes por “novos contratos de concessão”. A Ação argumenta que o termo aditivo enviado aos municípios pelo governo estadual é ilegal, já que deveria ter sido apresentado um novo contrato de concessão e não um Aditivo ao Contrato de Programa, e que este novo contrato deveria ser precedido de autorização por meio de leis municipais em cada uma das localidades.

Diversos estudos têm demonstrado tecnicamente que a Corsan tem capacidade econômica de cumprir as metas do marco regulatório. A Companhia teve um superávit de mais de R$ 1,5 bilhão nos últimos cinco anos e teria capacidade de captação de investimento de R$ 14,94 bilhões até 2033.

FUNDO DE PRESERVAÇÃO DA CORSAN PÚBLICA

O SINTEC-RS e o SENGE contratarão especialistas, advogados e peritos experientes para agir imediatamente contra o projeto de governo que entrega a CORSAN à iniciativa privada. Para isso, precisamos do engajamento de todos na campanha de arrecadação para o fundo de preservação da CORSAN pública. A adesão é espontânea e de qualquer montante de valor. Importante é a participação e divulgação desta campanha para atingirmos a meta.

A conta para depósito já está disponível:
Banco Banrisul – 041
Ag: 0062
CC: 06.071396.0-7 – SENGE/ RS – FUNDO CORSAN
CNPJ: 92.675.362/0001-09

Chave PIX: financeiro@senge.org.br

Metas parciais:
1) R$100mil até 31/01/22
2) R$150 mil até 28/02/22
3) R$300 mil até  31/03/22

PRECISAMOS AGIR RÁPIDO!

Agora é a hora de sair do discurso e partir para a prática. Para isso, necessitamos de profissionais com essa expertise no tema. O sucesso dessas ações depende da TUA participação e empenho em divulgar!

CONFIRA A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO FUNDO DE PRESERVAÇÃO DA CORSAN 

Até o dia 21 de janeiro, foram arrecadados R$ 50.287,17, valor que representa 50,29% da meta inicial estipulada em R$ 100 mil até o dia 31 de janeiro.

Fundo de preservação da CORSAN PÚBLICA: contribua

O SINTEC-RS e o SENGE contratarão especialistas, advogados e peritos experientes para agir imediatamente contra o projeto de governo que entrega a CORSAN à iniciativa privada. Para isso, precisamos do engajamento de todos na campanha de arrecadação para o fundo de preservação da CORSAN pública. A adesão é espontânea e de qualquer montante de valor. Importante é a participação e divulgação desta campanha para atingirmos a meta.

A conta para depósito já está disponível:
Banco Banrisul – 041
Ag: 0062
CC: 06.071396.0-7 – SENGE/ RS – FUNDO CORSAN
CNPJ: 92.675.362/0001-09

Chave PIX: financeiro@senge.org.br

Metas parciais:
1) R$100mil até 31/01/22
2) R$150 mil até 28/02/22
3) R$300 mil até  31/03/22

PRECISAMOS AGIR RÁPIDO!

Agora é a hora de sair do discurso e partir para a prática. Para isso, necessitamos de profissionais com essa expertise no tema. O sucesso dessas ações depende da TUA participação e empenho em divulgar!

CONFIRA A PRESTAÇÃO DE CONTAS DO FUNDO DE PRESERVAÇÃO DA CORSAN 

Até o dia 13 de janeiro, foram arrecadados R$ 39.867,17, valor que representa 39,87% da meta inicial estipulada em R$ 100 mil até o dia 31 de janeiro.