Posts

REDOME é o terceiro maior banco de doadores de medula óssea do mundo

Com mais de 5 milhões doadores cadastrados, o Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea, REDOME, é o terceiro maior banco de doadores de medula óssea do mundo e reúne todos os dados dos voluntários à doação para pacientes que não possuem um doador na família.  O REDOME é vinculado ao Ministério da Saúde e é o maior banco com financiamento exclusivamente público.

O Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula é capaz de suprir mais de 90% da necessidade brasileira, caso um doador não seja identificado no Redome, ainda está disponível a busca internacional de doadores nos maiores registros mundiais. Torne-se um doador de medula óssea e cadastre-se no REDOME. A doação de medula pode salvar vidas!

O SINTEC-RS, em parceria com o Instituto Pietro, fundado para dar visibilidade sobre importância de ser doador de medula, convida a categoria dos Técnicos e Técnicas Industriais, bem como, toda a sociedade, para ajudarem nesta causa.

Fonte: Ministério da Saúde.

Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula Óssea ocorre em dezembro

A Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula Óssea, instituída pela Lei nº 11.930 em 2009, ocorre de 14 a 21 de dezembro e tem o objetivo de promover o esclarecimento e a conscientização sobre a doação e o transplante de medula de óssea. A campanha desenvolve atividades de esclarecimento e incentivo à doação e captação de doadores.

De acordo com o Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea, o REDOME, o transplante pode beneficiar o tratamento de cerca de 80 doenças em diferentes estágios e faixas etárias. O REDOME é responsável por reunir os dados dos voluntários, como nome, resultados de exames e características genéticas para identificar potenciais doadores, atuando em conjunto com as bases de dados disponíveis no mundo.

A doação de medula pode salvar vidas! O SINTEC-RS, em parceria com o Instituto Pietro, fundado para dar visibilidade sobre importância de ser doador de medula, convida a categoria dos Técnicos e Técnicas Industriais, bem como, toda a sociedade, para ajudarem nesta causa.

Para entrar no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea, basta ir ao hemocentro de sua região, informar que quer ser um doador de medula óssea e coletar 10 ml de sangue.

Se você já é um doador cadastrado, o REDOME reforça a importância de manter os seus dados de cadastro sempre atualizados.

Quem pode doar?

Há alguns critérios definidos pelo Ministério da Saúde para o processo de doação, como por exemplo, ter entre 18 e 55 anos de idade, estar em bom estado de saúde, não ter doença infecciosa ou incapacitante, preencher uma ficha com informações pessoais e coletar uma amostra de sangue com cinco ml para testes de compatibilidade. Algumas complicações de saúde não são impeditivas para doação, sendo analisado caso a caso.

Instituto Pietro

Instituto Pietro, inaugurado em Porto Alegre em 2019, é especializado em doação de medula óssea e sediado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre – um dos centros referência em transplante de medula óssea do país.